sábado, 30 de abril de 2011

Um som para Shay,por favor.



"Ela pinta seus dedos com uma precisão exata
Ele começa a notar garrafas vazias de gin
E tem um momento para avaliar os pecados que ela pagou."

(The ballad of Monalisa - Panic! at the disco)


Eu vou te jogar daquela ponte e depois me jogar tambem,só pra você ver que eu não me controlo mais.Existe outra em mim.Eu vou dizer que você não percebe as coisas que acontecem,eu vou dizer "amor,olha isso aqui!",eu vou ficar calada,te olhando e desviando o olhar,eu vou beber pra te acompanhar,eu vou falar palavrao na frente da sua mae,só pra ela dizer que eu sou uma menina má,e assim,você me amar mais.Você gosta do perigo,apesar de ainda não perceber as coisas que acontecem.Eu vou te chamar de otario,eu vou cantar Let's be friends,eu vou querer,eu vou dizer que não quero mais,só dizer,porque eu quero.Eu vou me cansar de você,eu vou cansar de mim,desse amor meio sei lá,dessa coisa morta,que só eu tento fazer viver..e sabe por que? porque voce não percebe as coisas que acontecem.

Fim.

Priscilla.

5 comentários:

  1. gostei...
    tava com saudade disso aki...
    =***
    se cuida...

    ResponderExcluir
  2. Quase ninguém percebe o que acontece, só a gente...

    ResponderExcluir
  3. Olá (:
    Encontrei o seu canto e gostei dele!
    Estou te seguindo, se puder visite meu blog:
    www.ameninaeoastronauta.blogspot.com
    ;**

    ResponderExcluir
  4. nossaaaa...um carinha disse que não se morre de amor, mas o amor morre dentro da gente... e dói muito enquanto definha... e mesmo assim temos que continuar vivendo pois o mundo não tem nada haver com isso... nosso egoísmo leva a gente pensa que só nos sofremos de amor rsrsrsss sentimos, essa dor unica nossa e realmente n devemos menosprezar nosso sentir pois ele faz parte da nossa história... tá massa...vc escreve muito bem!

    ResponderExcluir

Oi